Com o objetivo de prestar assistência, acolhimento e orientação às gestantes em situação de vulnerabilidade social da região, a Ong Hella lançou, no início de junho, o projeto Lua de Hella. Realizado em parceria com coletivos femininos da Baixada Santista, o programa visa arrecadar roupas para bebês e crianças, itens de higiene infantil, acessórios e fraldas.
A ação nasceu para ajudar a atenuar o estresse e ansiedade que as futuras mães sentem durante a gravidez e que foram ampliados pelo surto de Covid 19. “A gestação é um período especial, mas vivenciar esta fase numa pandemia que está causando a maior crise de desemprego das últimas décadas pode ser assustador. Agimos para mostrar que elas não estão sozinhas e assim mostramos o poder que a rede solidária tem”, disse a jornalista Flávia Souza, gestora de Comunicação e Eventos da Hella.
Esta rede é composta por amigos, contatos das mídias sociais e integrantes de grupos parceiros. É por meio destes coletivos que as gestantes são indicadas para participar da ação. Após cadastrada, a futura mãe é atendida de acordo com a sua real necessidade; “Fazemos a busca de donativos de acordo com o que cada uma precisa, levando em conta sua história pessoal e o contexto temporal em que seu bebê nascerá”, explica.
Quatro gestantes já foram atendidas pelo projeto. Moradoras de Praia Grande, elas receberam os donativos em suas residências no dia 04 de junho. Flávia levou pessoalmente entregar roupas, calçados, lençóis e cobertas para as assistidas. Ela foi com a técnica em enfermagem Isadora Renata Almeida, gestora Biopsicossocial da Hella, e a professora Vera Oliveira, PLP (Promotora legal Popular) em Praia Grande e integrante do Coletivo Feminista da cidade.
Juntas ainda deram carrinhos de bebê, berço e protetores de berço, além de aproximadamente mil fraldas descartáveis – compradas com o valor total arrecadado entre os colaboradores. Seis bebês, das quatro gestantes, foram atendidos com cerca de 250 fraldas cada.
Ao receber os produtos, as gestantes ainda foram orientadas sobre amamentação, planejamento familiar e receberam um informativo exclusivo sobre violência obstétrica. Elas ainda serão acompanhadas pela entidade durante os primeiros meses do bebê.
Quatro novas gestantes já estão cadastradas para a segunda ação do Lua de Hella, que iniciou dia 16 de junho e vai até 06 de julho. Quem puder ajudar com doações de roupas, acessórios, leites, cestas básicas ou contribuir financeiramente na compra de fraldas pode entrar em contato pelo Whats App (13) 99781.7775.