Praia Grande viveu ontem (22) uma noite histórica no combate à violência contra a mulher com a realização da primeira audiência pública intitulada Mete a Colher. Promovido e presidido pela vereadora Janaina Ballaris, o evento lotou a Câmara Legislativa. Representantes da sociedade civil organizada e populares compareceram em massa no debate público intitulado Mete a Colher. A Ong Hella, que há cerca de dois meses vinha conversando com a vereadora sobre esta iniciativa, compôs a mesa de discussão.

Thaís Perico, advogada e gestora jurídica da instituição, emprestou sua voz à luta divulgando dados recentes sobre a violência de gênero no País. Com isso, instigou os presentes a refletir sobre o papel de cada um na causa. Ela lembrou que 500 mulheres são agredidas por hora no Brasil. Ainda enfatizou que só no ano passado 16 milhões de mulheres foram vítimas de algum tipo de violência. “Um número que corresponde a população do Equador”, como frisou.

Os dados, divulgados a menos de um mês pelo Instituto Datafolha, levaram apenas em conta mulheres acima de 16 anos. Isto significa que os números estão sub notificados, até porque nem todas as mulheres denunciam os agressores. “Ações como a da vereadora, de abrir a casa do povo para um assunto de extrema relevância, são extremamente necessárias. É preciso discutir cada vez mais o tema, a fim de que a informação e a conscientização alcance um número maior de pessoas e, com isso, fortalecer a mulher”, afirmou a advogada.